terça-feira, 12 de julho de 2011

O Mundo dos Gibis

“Existe dois tipos de verdade: aquela que ilumina o caminho e aquela que aquece o coração. A primeira é a ciência, e a segunda é a arte. Nenhuma das duas independe ou é mais importante que a outra...a verdade da arte impede a ciência de se tornar desumana, e a verdade da ciência impede a arte de se tornar ridícula”

(Chandler)

Eu li esse parágrafo esta semana em um gibi. E essa minha história com o mundo dos quadrinhos começou na minha infância, onde em um final de manhã eu acompanhei meu amigo James até a sua casa e me deparei com seu irmão Jairo fazendo um desenho de um super-herói da Marvel Comics, se não me falhe a memória, ele desenhava o homem-aranha. Achei aquele desenho fantástico e logo em seguida ele me trouxe vários desenhos que ele havia produzido.

- De onde tu tira esses desenhos?

- Eu coleciono revistas do homem-aranha.

Foi então que o Jairo trouxe uma caixa com várias revistas do homem-aranha, ele tinha muita revista mesmo e me perguntou se eu queria levar alguma pra ler. Eu disse tudo bem, ele procurou algumas e me entregou, dias depois eu estava na esquina da rua Ceará com a Dorgival no centro de Imperatriz em uma banca de revistas usadas comprando o meu primeiro gibi do homem-aranha, o Jairo tinha feito surgi ali mais um colecionador e admirador do mundo dos quadrinhos.

A atual editora Globo, era chamada de RGE (Rio Gráfica e Editora) e esta possuía os direitos de publicar as histórias do homem-aranha. As historias duraram pouco tempo até que a editora Abril conseguiu os direitos de publicar as aventuras dos personagens da Marvel Comics como, Hulk, Capitão América, X-Men, Vingadores, Quarteto Fantástico, Demolidor, o Justiceiro, Motoqueiro Fantasma e em 1983 sai o primeiro gibi do homem aranha. Essa editora publicou a revista mensal “ o homem –aranha” de 1983 até 2000, totalizando 205 gibis. E durante esse período outro título foi acrescentado: “A teia do aranha” totalizando mais 129 gibis. Nesse período de 17 anos de publicações várias mini-séries em quadrinhos foram lançadas como, “A ultima caçada de Kraven”, “Tormento”, “Carnificina Total” entre outras, que se tornaram aventuras memoráveis para os fãs do escalador de paredes. Em 1998 a revista do homem aranha passava por um momento que desagradou milhares de fãs (a saga do clone), causando o descontentamento de uma legião inteira, vários amigos que eu tinha que eram colecionadores pararam de comprar inclusive eu. A partir do ano 2000, a editora Panini consegue os direitos de publicar os títulos da Marvel Comics e hoje a revista que é encontrada na banca, tem um formato maior que a revista que era publicada pela editora Abril e está no número 114 até esta data (11/07/2011). A dois anos eu voltei a compra os gibis do homem aranha publicados pela Panini, outro título também foi criado recentemente, “A Teia do Homem-Aranha” , só que esse gibi é trimestral e não mensal como a revista “O Homem-aranha” e está no número 7. Alem dos heróis da Marvel Comics já citados, existem outros heróis da DC Comics como, Batmam, Super-Homem e Liga da Justiça que são os mais conhecidos, fora desse mundo dos heróis, outra classe de quadrinhos pode ser encontrado nas bancas, um tipo de quadrinho em que as histórias envolve sexo, drogas, demônios, rituais satânicos, prostituição, zumbis, crimes policiais entre outros temas do tipo, são os gibis da Vertigo, onde o personagem mais conhecido ganhou uma adaptação para o cinema a pouco tempo: “John Costantine”. Os últimos 10 anos, os “Animes” ganharam muita força no Brasil e no mundo, eles também invadiram os gibis e pode se encontrar uma diversidade de títulos nas bancas conhecidos como “Mangás”, eu já tentei ler esse tipo de gibi mais confesso que não consegui, por que o gibi é lido de trás pra frente, eu simplesmente não consegui acompanhar, mais já conheci alguns amigos que gostam bastante e falaram que no início é mesmo complicado mais que depois acostuma.

Uma criança que entra no mundo dos quadrinhos e passa sua adolescência acompanhado esse tipo de leitura pode ser considerado um privilegiado, quem não conhece e olha um adolescente ou um adulto comprando gibi faz uma boca de riso e às vezes até brinca:

“Você não teve infância?”

Quem teve uma infância no mundo dos quadrinhos teve muito mais sonhos e usou muito mais a imaginação do que qualquer outra criança,teve muito mais acesso a informação e cultura, isso eu afirmo plenamente. Quem acompanhou gibis e acompanha sabe do que eu to falando, os gibis de heróis não se limitam a heróis e vilões fantasiados trocando socos, vai muito alem disso (releia a frase do parágrafo do início da postagem), as histórias envolve mutação, recombinação gênica, engenharia genética que pra quem gosta de ciência é um prato cheio, outros personagens como Wolverine, passou pelas duas guerras mundiais e parte da sua vida foi no Japão no templo de Samurais, quem acompanhou essas histórias do velho Logan, se familiarizou com os principais eventos das duas guerras mundiais e do mundo dos Samurais no Japão, mundo que envolve disciplina, honra, caráter, respeito. Os X-Men trata de temas como o preconceito em relação ao diferente, temas como racismo e discriminação são bastante abordados no universo mutante, o Capitão America possui um vilão chamado Caveira Vermelha, que foi um camareiro de Hitler na segunda guerra mundial, Hitler o treinou pessoalmente,oferecendo ao final do processo uma mascara vermelha no formato de um crânio, a partir daí , os gibis do Capitão America abordam temas como nazismo e holocausto. Cada herói trás consigo algum tema e o mais famoso deles foi eternizado agora pelo cinema: “com grandes poderes, vem grandes responsabilidades” do homem-aranha. Comecei a ler gibis por influência do meu amigo Jairo, hoje minha namorada (Samara) esta participando comigo desse mundo dos quadrinhos, ta lendo até mais do que eu e recentemente ao entrar em uma banca eu presenciei uma adolescente escolhendo alguns gibis para comprar, ele olhava, lia a sinopse, avaliava e até que escolheu e foi pra casa. Eu fiquei muito feliz com aquilo, no mundo de hoje da internet, face, Orkut, MSN...uma adolescente lendo gibis!

Foto da minha coleção de gibis do homem-aranha da editora Panini.

Minha coleção de gibis da editora Abril.

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. elemento tu comprou essa editora Panini todinha foi?

    ResponderExcluir
  3. cara vc tem muita revista um dia eu chego lá kkkkk

    ResponderExcluir
  4. vc só le do homem aranha ou vc ler outros tambem?

    ResponderExcluir