segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Jovens Virtuais

Tem dias que você está pensativo em relação a alguns assuntos, um momento de nostalgia de como era algumas coisas e como elas estão hoje em dia. Na noite de natal, depois que eu deixei meus pais no Sítio Novo – To, e fui pra casa da minha namorada, resolvemos passar na casa de uma amiga nossa, isso depois da meia noite. Chegando lá, tinha uma turma reunida na varanda da casa e um violão animando a roda de amigos, além da famosa cerveja. Várias pessoas ali cantando música em comum, bebendo cerveja, risos até que, ao meu lado, um jovem entre 17 a 20 anos não sei ao certo, pega um seu celular e percebo que ele está teclando no msn. Cara, nem na noite de natal em uma roda de amigos, tomando cerveja e tocando violão os jovens não largam as “comunidades virtuais” ? Nessa hora lembrei de outra ocasião em que estávamos em uma pizzaria comendo pizza e falando muita besteira, todo mundo sorrindo até que uma amiga nossa tira uma foto com o seu celular de mim e minha namorada e instantaneamente posta no facebook. Realmente as comunidades virtuais estão tirando a vida social das pessoas, cada vez mais o contato direto está se perdendo. A interação direta entre pessoas, é uma pena. Algumas vezes, penso na minha infância onde eu brincava na rua com meus amigos até tarde da noite e só parava a brincadeira quando meu pai ou minha mãe iria me buscar, geralmente acompanha de ameaças de “taca”. Não tínhamos celulares muito menos essa paranoia de andar o tempo todo com o celular no bolso. Hoje as brincadeiras de rua foram substituída pelos “jogos em rede” onde as crianças crescem sem fazer exercícios, sedentárias e obesas. Na minha infância e começo da adolescência, subíamos em cima de casas pra espiar uma vizinha tomando banho, hoje esses jovens acessam sites pornô nas madrugadas e ficam se masturbando na frente do pc. Os encontros da minha adolescência, “chegávamos nas meninas”, todos da minha geração já chegou a sentir um frio na barriga e o coração disparar antes de falar algo para alguma garota, e muitos de nós passamos pelo constrangimento de nos declararmos para o que acreditávamos ser o “amor de nossa vida”, aquele momento em que tu começa a fazer uma declaração e a menina esta ali olhando nos teus olhos e você simplesmente começa a falar, na esperança que ela ache tudo lindo e te der um beijo de cinema no final, o que nunca ocorre, isso é verdade. Nos encontros de hoje, os adolescentes perguntam se a garota tem msn, face, Orkut...Meus Deus. Dar em cima de uma menina através de uma tela de computador? Até sexo virtual estão fazendo hoje.

Podem me rotular como antigo ou quadrado, mais brincar na rua até tarde com os amigos, ver uma mulher nua de verdade, dar em cima de uma menina com ela na tua frente e fazer sexo com uma mulher e não com as teclas de um computador, são coisas muito, mais muito melhores que os jovens de hoje a cada dia estão perdendo.

2 comentários:

  1. As vezes para fazer as coisas certas, devemos desistir dos nossos sonhos.

    ResponderExcluir